Review Prophecy JBC

Em maio desse ano a minha querida JBC começou a publicação de Prophecy, um Seinen sobre sociedade e as redes sociais. Como uma obra que merecia seu reconhecimento decidi escrever um review, será que vale a pena?

O Mangá foi publicado em 2011 na Jump Kai, Prophecy de Tetsuya Tsutsui e recentemente tivemos a notícia da sua adaptação para um live-action.

O manga é composto por 22 capítulos e compilados em 3 volumes no formato Tankobon e com impressão colorida na parte interna das capas e papel brite 52g nas paginas de miolo.

Mas como é Prophecy?

0d4c3b168627bf829cd28ccdbeab63081380494671_full

Prophecy é um manga seinen e como dito na introdução, sobre a sociedade e a influencia das redes sociais na sociedade. Um grupo terrorista caracterizados por usarem mascaram feitas de jornal começa a soltas vídeos na internet punindo fisicamente pessoas que fugiram da justiça ou destrataram pessoas com posição social inferior a deles.

Enquanto isso a jovem sub-delegada de 26 anos Erika Yoshino, chefe do departamento anti-crimes cibernéticos do MDP (Departamento de Polícia Metropolitano) caça pessoas responsáveis por crimes de violação de direitos autorais, como o download de vídeo-games e outros casos menores.

Quando Yoshino se depara com o caso do Homem do Jornal, que adivinha um crime que se cumpre logo após, como o grande caso da sua carreira, prender o homem do jornal e sua gangue passa a ser seu objetivo principal. Ela abandona os casos pequenos que tratava anteriormente e irá contar com a ajuda de seus dois fies assistentes, Okamoto e Ichikawa.

Pontos Fortes:

Suspense Empolgante: As situações que o manga apresenta em conjunto, seja os videos do homem do jornal, as investigações da policia e a reação das usuários da internet, torna as resoluções das situações apresentadas muita mais aguardadas, incríveis e coerentes com a realidade e mesmo com os alívios cômicos que vão aumentando a frequência com o tempo não perde essa tensão que o mangá constrói.

Historia e Personagens Envolventes: O plot apresentado depois de alguns capítulos com a motivação dos personagens pertencentes ao grupo terrorista realmente fazem a gente ter um certo carinho por eles, Gates é um líder como poucos e extremamente inteligente pode ser ou não uma conveniência do manga mas nada do que ele faz deixa de ter um significado.

Kimura

Outro membro que vale ser lembrado é Nobita, antes de se envolver com o grupo terrorista podemos presumir que era um recluso social e por isso foi expulso de casa pela mãe e se envolveu com o grupo dos terroristas. Logo após isso, e com mínimos sinais de carinho de outra pessoa, ele começa a se sentir culpa por tudo que fez e deixou de fazer na vida e em certo ponto do manga quer se redimir, mesmo que isso ponha o grupo terrorista atrás das grades.

239569

O núcleo de Yoshino é o que tem mais foco no mangá, ela pode não ser muito inteligente mas é esperta e da pra perceber que ela, apesar de ser subestimada pelos seus chefes por causa da pouca idade, também é uma grande líder colocando seu emprego em jogo para pegar o Homem Jornal. Ichikawa que seria a policial mais inteligente e por dentro dos assuntos ligados a redes sociais e Okamoto seria o tipo de policial com mais conhecimento militar. Ambos são ferramentas de roteiro mas também são bem carismáticos individualmente.

Yokokuhan Cap. 08
Final: Depois de um atentado falho a um politico que queria regulamentar a internet, a gang do Homem Jornal decide fazer seu ultimo anúncio. Os terroristas que usam o YouTube como canal pra anunciar seus atos contra a sociedade iriam morrer.

Os terroristas vão ate um galpão abandonado e decidem cometer suicídio ingerindo cianeto. Logo que Yoshino descobre, sai em disparada para encontra-los e tentar salvar, se possível.

Gates é o único que decide morrer de fato, os outros membros da gangue trocam seu veneno por um sonífero. Assim que Yoshino vê o que agora era o seu rival caído e sem vida ela realmente se sente mal.

E é nesse ponto que podemos fazer um paralelo com Death Note. L realmente gostava do Light e de certa forma eram melhores amigos mesmo com ideologias diferentes. Tanto que o Light sentia falta do L  no segundo arco de Death Note. E a pagina dupla do plot twist pessoal da Yoshino é fantástica, o Tsutsui não precisava de nada ali, só uma expressão facial e fez isso com maestria!

Pontos Fracos:

Essa parte de ponto fraco vai ficar sem nada mesmo por que Prophecy é foda! Eu realmente não vi nenhum ponto fraco ou mal explorado.

01
Conclusão:
3 volumes bonitinhos, entrega oque propõe, tem uma arte diferente mas mesmo assim boa e ate fazer cosplay de Homem Jornal é simples pra qualquer um!

Prophecy é uma leitura recomendada para todos, realmente vale a pena dar uma chance pra essa obra!

Nota: 9/10