Tag Archives: Ano Hana

Melhores Animes de 2011

Melhores Animes de 2009

Melhores Animes de 2010

Pelo terceiro ano seguido [sendo o primeiro aqui no Nahel Argama] publico uma lista dos dez melhores animes exibidos no ano que se passou que sim, pode ser profundamente pessoal, mas que em grande parte reflete o que foi produzido de positivo no Japão com lançamento em qualquer forma de mídia entre Primeiro de Janeiro e Trinta e Um de Dezembro de 2011.

Claro que longe de assistir tudo, pode ser que considere que faltou algo. Natural, até porque a diversidade de gostos entre as pessoas que curtem anime pode ser bem grande – mas nesta lista que mais do que nos anos anteriores acabou refletindo o gosto popular [até porque faltou um Kemono no Souja Erin ou HeartCatch PreCure! em 2011] também demonstra que animes divertidos, de DOG DAYS a THE [email protected], no geral não passaram muito de – sim, bom – entretenimento a ser consumido na velocidade de um fast food.

Bem, já falamos demais para uma introdução, não é mesmo? Hora de conhecer os dez melhores de 2011. Continue lendo

Melhores Animes de 2009 Melhores Animes de 2010 Pelo terceiro […]

Ano Hi Mita Hana no Namae o Boku-tachi wa Mada Shiranai

Como dito aqui diversas vezes, do artigo de apostas para Abril/11 [AQUI] ao meu review do primeiro episódio de Ano Hana [AQUI], inicialmente o grande motivo para assistir Ano Hana era ser o novo anime, e desta vez uma história original, do mesmo time [character design, diretor e roteirista] que realizou ToraDora! – e que retornará em Janeiro/2012 para Ano Natsu -, um dos grandes sucessos dos últimos anos e um muito bom anime de comédia romântica que em sua segunda metade tem um forte componente dramático.

E a história do grupo de cinco amigos que dez anos depois ainda estavam traumatizados com a perda do sexto elo do grupo Chou Heiwa Busters [algo como Super Perturbadores da Paz, adequado para um grupo de crianças que tinham uma “base secreta” e só queriam se divertir] teve um primeiro episódio de qualidade e que apontou o caminho do que deveria ser a obra: um tearjacker de primeira no qual esses cinco amigos pudessem ao final crescer e ficarem em paz com tudo o que aparece reprimido naquele primeiro episódio – porque Menma [e sua morte] é um monstro, um tabu que separou e corrompeu a amizade do grupo e um componente que levou Jinta a situação do início, de ser um NEET, um hikkikomori, uma pessoa que morreu e esqueceram de enterrar.

Continue lendo

Como dito aqui diversas vezes, do artigo de apostas para […]