Julho/2013: Animes Mais Populares Segundo o MAL

free_mal_capa

Hora de vermos mais uma vez quais são os animes mais populares da temporada em um site que traduz muito o espírito de quem frequenta este blog.

monogatari_series_second_season_mal

Depois de inúmeros artigos a respeito que fizemos, inclusive o último em Janeiro/2013, chega mais uma vez de conferir através da lista abaixo quais os animes mais e menos acompanhados de uma temporada que parece tão equilibrada e balanceada em sua variedade e ao mesmo tempo falta de uma destaque maior. Abaixo [dados coletados em 31/07/2013]:

high_school_dxd_new_mal

01 | FREE! | 43.825
02 | Watashi ga Motenai no wa Dou Kangaetemo Omaera ga Warui! | 40.792
03 | Danganronpa the Animation | 40.654
04 | BLOOD LAD | 39.610
05 | High School DxD New | 27.590
06 | Monogatari Series: Second Season | 26.259
07 | Kami-sama no Inai Nichiyoubi | 25.153
08 | Kami nomi zo Shiru Sekai: Megami-hen | 24.114
09 | Inu to Hasami wa Tsukaiyou | 21.888
10 | Gin no Saji | 18.276
11 | Servant x Service | 18.263
12 | Love Lab | 17.548
13 | Gatchaman CROWDS | 17.069
14 | Makai Ouji: Devils and Realist | 15.426
15 | Rozen Maiden [2013] | 14.308
16 | Choujigen Game Neptune: The Animation | 14.305
17 | Fate/kaleid liner Prisma☆Illya | 14.240
18 | BROTHERS CONFLICT | 14.221
19 | Stella Jogakuin Koutou-ka C³-bu | 13.471
20 | Uchoten Kazoku | 13.372
21 | Gen’ei wo Kakeru Taiyou | 12.963
22 | Kiniro Mosaic | 11.349
23 | Kitakubu Katsudou Kiroku | 10.777
24 | Genshiken Nidaime | 8.994
25 | Fantasista Doll | 7.818
26 | Hakkenden: Touhou Hakken Ibun 2nd Season | 7.423
27 | Senyuu. 2 | 6.201
28 | Senki Zesshou Symphogear G | 6.063
29 | Ro-Kyu-Bu! SS | 5.588
30 | Tamayura: More Agressive | 4.231
31 | Recorder to Randoseru Mi☆ | 3.637
32 | Gifuu Doudou!!: Kanetsugu to Keiji | 3.100
33 | Teekyuu 2 | 2.705
34 | Futari wa Milky Holmes | 1.803

blood_lad_mal

Antes de qualquer comentário mais específico, vale citarmos alguns pontos que são válidos para qualquer temporada:

1 – Continuações sempre são menos assistidas. Sempre. Há quem não passou da primeira temporada de Monogatari Series, TWGOK ou Genshiken, quem nunca assistiu e quem simplesmente acha que não vale a pena voltar para mais um ou vários cour de uma série que acha absolutamente mediana.

2 – Qualquer obra com uma proposta diferente atrai menos público. Se este é apenas menor como em Gin no Saji ou muito menor como em Gifuu Doudou!! depende da capacidade desta em dialogar com o público que, sim, quer algo fresco – desde que esteja dentro de certos parâmetros.

3 – Anime popular tem que ter meia hora de duração [vinte e quatro minutos sem comerciais], ponto. Curtas? Ninguém sabe, ninguém viu.

4 – Moe, ecchi, harem, todas essas palavrinhas podem – desde que acompanhadas de um protagonista homem que lidere a história. K-ON! a parte, a tendência de animes açucarados sem presença masculina é de serem para poucos.

5 – Dez mil pessoas na lista é a meta mínima para considerarmos que realmente tem um grupo mesmo que pequeno vendo determinada obra. Desculpem, fãs de Genshiken e Teekyuu.

danganronpa_mal

Introdução a parte, vale constatar que fora dos cinco primeiros colocados temos uma temporada normal até demais em ser injusta com animes como Uchoten Kazoku [quem sabe depois que terminar] e escalonar os animes de forma mais ou menos esperada entre a parcela das pessoas que assistem.

Claro que o My Anime List, apesar de ser um site conhecido a bastante tempo pelo fandom, cresceu do último ano para cá, mas a comparação com Julho de 2012 também revela que temos aqui uma base mais forte, composta de obras que devem marcar mais o público – e também juntando diversas continuações a muito esperado [sim, até mesmo a mais popular delas, High School DxD].

E é DxD quem abre uma lista de improváveis animes que conquistaram ao menos a atenção de muitos em Julho/2013 – da execrada [ao menos nos blogs] adaptação da Visual Novel de crime/mistério Danganronpa e passando por dois mangas que sempre foram pontos no radar mas só agora tem a chance para brilhar: o estiloso BLOOD LAD, caso raro de obra publicada no Brasil antes mesmo de uma animação, e WataMote, manga online que mistura comédia e drama na medida certa para representar o sofrimento de muitos de nós, tímidos, isolados e sem perspectiva neste mundo pós-moderno.

Propostas bacanas que talvez passariam mais batidas em uma temporada mais movimentada, encontraram em Julho a época certa para, ao menos com o povo da internet, causarem o impacto necessário e estarem na lista de muitos. E é exatamente isso que acontece com o campeão da lista – mas FREE! é um caso a parte e merece um parágrafo próprio.

O anime de natação com que Animation Do e Kyoto Animation tentam descobrir se investir em fujoshi dá dinheiro; mas se o Japão já provou com Hakuouki e UtaPri que tem mercado para isto, por aqui Kuroshitsuji é o único anime mais focado neste público no Top 100 de popularidade; mesmo queridinhos como Hetalia – que vende manga físico inclusive no Brasil – não chegam a uma posição na qual estão presente as primeiras temporadas de TWGOK ou Haganai.

Assim, resta a dúvida: há tanta fujoshi assim vendo FREE! ou um público adicional embarcou na brincadeira de ao menos marcar na lista? E se este público realmente existe, qual o resultado ao ver o anime? É questão de vermos mais a frente, principalmente no post de final de ano acerca do assunto [falando nisso, já viu o de 2012?]. Por enquanto resta acompanharmos a lista e também os animes, cada um recheados e belas surpresas [esperamos!] e amargas frustrações [que não venham].

watamote_mal

E no final de semana…

…afinal, quais foram os animes mais baixados nesta temporada? Serão os mesmos da lista? Ou…

Hora de vermos mais uma vez quais são os animes […]