Quem Lê a Shonen JUMP?

jampu

O perfil do leitor da revista de mangas que define uma parcela considerável do que os brasileiros leem dos quadrinhos japoneses.

sexo_idade_shonen_jump

A editora Shueisha publicou recentemente seu Media Guide 2013 no qual mostra aos interessados [principalmente potenciais patrocinadores] afinal qual é o perfil do grupo que publica algumas das maiores revistas especializadas em manga no Japão. E claro, a menina dos olhos é a Weekly Shonen JUMP, lar de One Piece, Naruto e Bleach e muitos outros conhecidos entre quem aprecia manga; assim, são alguns dados provenientes desta que iremos expor e comentar neste artigo.

Primeiramente, vale ressaltar a informação exposta abaixo de que o core target [público-alvo] da revista são pessoas entre nove e vinte e quatro anos. Sim, vinte e quatro anos ainda é idade de ler sua Shonen JUMP! E após a imagem, algumas outras informações básicas a respeito do público leitor da revista:

core_target_shonen_jump

Sexo

Homens: 79,8%
Mulheres: 20,2%

Comentário: Dentro do esperado. Claro que nas vendas dos tankohon o público tende até a ser mais feminino, mas na leitura rápida e focada no público-alvo que tem acesso a aproximadamente vinte séries diferentes por semana os moleques que dão o título a obra tem a preferência. Mesmo assim, 20% de mulheres é um público bom para uma revista com opções que somadas ficam na média: no começo de 2013 temos dos atrativos Kuroko no Basket e One Piece a opções menos abertas as mulheres como Nisekoi e Toriko.

Idade

Até 9 anos: 2,6%
10 a 12 anos: 12,2%
13 a 15 anos: 21,3%
16 a 18 anos: 16,3%
19 a 24 anos: 23,1%
25 a 29 anos: 11,3%
Mais de 30 anos: 13,2%

Comentário: Quase metade de adultos lendo uma revista para adolescentes significa. Os japoneses estão cada vez mais velhos, os adultos consomem cada vez mais entretenimento jovem [que o diga a febre de filmes de super-heróis] e as séries estão cada vez mais longas. Um jovem de doze anos que começou a ler Naruto junto com a estreia em 1999 tem vinte e seis anos em 2013; e caso não tenha mantido-se fiel a obra, faz parte dos quase 25% maiores de 25 anos que leem a JUMP.

Claro que o foco ainda são nos ginasiais [13 a 15 anos] e colegiais [16 a 18] que somados representam pouco mais de um terço dos leitores e que ainda assim são os leitores decisivos para a revista manter sua imagem jovem e antenada com o que o leitor atual quer e deseja. Até porque logo mais a base – mesmo que cada vez menor – será composta de novos adolescentes, desejosos de algo ao mesmo tempo básico, que não fuja as bases de como se contar uma história, e ao mesmo tempo moderno e estiloso.

E é este o sentimento que mesmo os mais velhos procuram ao ainda comprar semanalmente sua Shonen JUMP para ler no caminho do trabalho – assim, a revista consegue manter sua excelente tiragem de quase três milhões de cópias semanais mesmo em tempos de tiragens cada vez menores na concorrência [e mesmo na Shueisha] sem preocupar-se em focar nos mais velhos. Que continue assim!

O perfil do leitor da revista de mangas que define […]