Fãs de Desenho Japonês Roubam Hashtag de Jornal Inglês

reading_#rdg_red_data_girl

Depois de Jovem Se Mata Na Rússia Após Ver Morte em Naruto, finalmente temos uma nova notícia digna do Argama Bizarro.

RDG, ou Red Data Girl, é um anime que estreou em Abril de 2013 – e como todo anime, tem uma hashtag oficial no Twitter para fins de pesquisa e claro, uma boa posição nos Trending Topics – e como podemos ver abaixo, a escolha inicial dos produtores foi o simples e óbvio #RDG. Eles só não contavam que um pequeno jornal inglês chamado Get Reading iria transformar esse simples fato em manchete.

Acontece que o Get Reading utilizava a mesma hashtag há um bom tempo – e em 3 de Abril de 2013 uma avalanche de tweets em japonês comentando um desenho [no caso, a estreia televisiva do anime] inundou a área teoricamente destinada a comentários sobre o jornal. O resultado? A edição da Sexta, 5 de Abril tem como manchete, em letras garrafais, Hashtag RDG Roubada. Diz o texto:

Reading foi vítima de um ataque hostil via Twitter quando fãs de um desenho japonês roubaram a hashtag #rdg.

Quarta a tarde, entre as cinco e as seis da tarde, fãs leais ao desenho Red Data Girl colocaram #rdg em mais de 17.000 twwets.

Os dados sobre a hashtag mostram que em seu auge os tweets alcançaram impressionantes 17.500 por hora, sendo que o padrão é abaixo de 1.000 tweets.

Mesmo com os tweets tendo caído drasticamente, os fãs de Red Data Girl parecem estar determinados a continuar seu reinado sobre #rdg, assim Reading agora tem a tarefa de achar uma nova hashtag.

Claro que a história foi parar nos sites japoneses, Anime News Network e Sankaku Complex. Melhor, o próprio Twitter oficial da P.A.WORKS, estúdio que anima RDG, agora incentiva os fãs a utilizarem uma nova hashtag, #rdg_anime – como mostrado abaixo.

Mas no momento de lançamento deste artigo você ainda pode votar no site da Reading sobre a nova hashtag; afinal, qual será a escolhida? Após a mudança de atitude dos fãs de Red Data Girl esta mudança ainda será necessária?

Depois de Jovem Se Mata Na Rússia Após Ver Morte […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *