[Bake/Nise] Monogatari Ganha Novas Temporadas

Bakemonogatari. Nisemonogatari. Kizumonogatari. E se prepare porque vem mais por aí.

Sem dúvidas Bakemonogatari, adaptação da obra de nisiOisin lançada discretamente em Julho/2009 com animação pelo estúdio SHAFT [nesta que é sem dúvidas a obra que o define], fez um enorme sucesso; tanto que ganhou dois outros projetos que estrearam em 2012: o filme prequel Kizumonogatari, aonde a origem de nosso protagonista é contada e a sequência Nisemonogatari, na qual ao contar a histórias das irmãs deste o tom sexual presente desde sempre tornou-se, para o bem e para o mal, protagonista.

Mas a mistura explosiva de garotas moe e um protagonista para todas conduzir absolutamente tarado vivendo um mundo supostamente real mas aonde ninguém fala, discursa e aonde tudo, tudo é construído pelo autor para contar sua ficção cheia de trocadilhos e sacadas bacanas e diálogos inteligentes foi um sucesso inimaginável, sendo o anime para televisão que mais vendeu desde Evangelion [nem mesmo Code Geass e Suzumiya Haruhi, mesmo tendo mais impacto no geral, chegaram as vendas de DVD+BD da série].

E com o iminente sucesso de Nisemonogatari, sem dúvidas ao menos próximo da série original, decidiram tomar uma decisão algo prematura mas muito válida: o estúdio SHAFT, sob a batuta do diretor-geral Akiyuki Shinbo, simplesmente animará todas as obras da série ainda incompleta de light novel [até aqui foram publicados doze volumes] ao longo de muitos anos que temos pela frente.

Claro que isso depende muito da reação do público japonês [afinal, os executivos de lá não tem qualquer dó quanto a cancelarem projetos que simplesmente não estão rendendo o bastante], mas se os mesmos compram seu Mobile Suit Gundam Unicorn diligentemente a cada seis meses e já estão esperando há tempos pelo final de Rebuild of Evangelion… por que não?

Bakemonogatari. Nisemonogatari. Kizumonogatari. E se prepare porque vem mais por […]