Animes da Temporada de Verão 2016 – APOSTAS E SUGESTÕES

Enquanto no Brasil estamos curtindo um friozinho gostoso em boa parte do país, no hemisfério norte é verão e com uma nova estação vem uma nova temporada de animes! Em meio às dezenas de novos animes, o Anikenkai vem com seu tradicional post de APOSTAS e SUGESTÕES para tentar auxiliá-los na escolha do que assistir.


Antes de começarmos, um lembrete rápido: as opiniões contidas aqui não são, de maneira alguma, minha opinião geral sobre as séries. Isso se deve, principalmente, porque elas não estrearam ainda. Sim, parece óbvio, mas muita gente parece não entender que tudo que eu falo aqui é baseado nas sinopses divulgadas, trailers, análise da equipe de produção e, claro, minha própria experiência pessoal. Por isso, se vocês discordarem com algo que eu disser aqui, passem lá nos comentários e deixem as suas opiniões sobre o que vai estrar! Elas são tão importantes quanto as minhas!

De diferente dessa vez eu resolvi analisar TODOS os animes que vão estrear (que não forem continuações) e dar algum veredito sobre minhas expectativas para eles. Alguns ganharam comentários, outro só vão aparecer no final do post como “não pretendo assistir nem o primeiro episódio”. Também pretendo colocar uma micro-sinopse do que se trata o anime já que muitos de vocês me pediram isso.

Por fim, antes de começarmos, peço para ficarem ligados no decorrer das próximas semanas para os posts de Primeiras Impressões. É lá que comentarei os primeiros episódios dos animes que eu for assistindo. Não deixem também de assinar o feed do Anikenkai Anime Club, o nosso podcast semanal onde comentamos os animes que estamos assistindo. Por lá vocês ficam sabendo o que eu e o Starro estamos assistindo e poderão compartilhar conosco suas opiniões também.

Vamos então para as apostas e sugestões dos animes da temporada de verão 2016!


Orange

orangePara você não ter ainda ouvido falar de Orange, só vivendo numa bolha. O mangá acabou recentemente no Japão com grande aclamação da crítica, foi publicado inteirinho aqui no Brasil pela JBC e teve um filme live-action produzido. O anime vem, portando, envolto de bastante expectativa.

O tema principal da história é “viagem no tempo”, acreditem ou não. Esse tema tem aparecido bastante em animes recentemente, como em Boku Dake ga Inai Machi e Re:Zero. No caso de Orange, a protagonista recebe uma carta dela mesma no futuro prevendo os eventos que aconteceriam no dia seguinte, quando chegaria um novo aluno na escola. As cartas continuam vindo pedindo para a menina concertar os arrependimentos que o ela do futuro tem e as tragédias que não conseguiu evitar. Essas tragédias estão, de alguma forma, ligadas ao tal do novo aluno.

Eu achei interessante a escolha de situação para motivar a história. Uma pegada sobrenatural/sci-fi (acreditem, essa combinação é possível) embalando uma história de drama e romance que promete ser bem interessante!

Como não terminei de ler o mangá de Orange ainda (para ser sincero só li os primeiro capítulos), ficarei de olho no anime para ver se vale a pena assistir por ele ou ler o mangá. À frente da adaptação está o diretor Hiroshi Hamasaki, que também dirigiu a excelente adaptação de Steins;Gate, outro anime que envolve viagem no tempo.

Expectativa: ALTA

Mob Psycho 100

mobpsychoSe você achou One-Punch Man um anime doido demais, aguarde pois nessa temporada teremos Mob Psycho 100. Ambos foram escritos pelo mesmo autor, mas Mob Psycho conseguiu elevar a “porralouquice” bem mais ao extremo do que OPM. Basta ver o trailer (com legendas em inglês) e entenderá do que estou falando. Por sinal, foi justamente o trailer que me fez ter vontade de assistir a série. Adorei o visual carnavalesco seguindo bastante a risca o visual do mangá e todo esse clima nonsense.

Meus únicos receios são: o diretor, Yuzuru Tachikawa, que fez um excelente trabalho com o OVA Death Billiards, mas que não conseguiu transpô-lo bem para uma série, Death Parade; e o fato de ser um anime com episódios de duração padrão quando, na verdade, eu acho que ele se beneficiaria bastante se tivesse apenas 7-10 minutos cada. De qualquer maneira, Mob Psycho 100 ainda parece que vai agradar a quem busca uma boa comédia nonsense.

Expectativa: MÉDIA-ALTA

91 Days

91daysAcho que de todos os animes dessa temporada, 91 Days foi o que mais me chamou a atenção. Ambientada em uma cidade fictícia dos EUA durante a época da Lei Seca, década de 1920, que vive basicamente do comércio e fabricação ilegal de bebidas alcoólicas. O protagonista é um rapaz que recebe um chamado para voltar a essa cidade em busca de vingança, o que acaba só acarretando a mais mortes e mais problemas.

Eu sempre fui fã de histórias que envolvem a máfia. Sempre achei uma ambientação fascinante e que possibilita inúmeras situações para se extrair uma boa história. Porém, temos poucos animes que tratam dessa temática, ainda mais se considerarmos a máfia ocidental. Estou realmente curioso para ver o que vai sair daí. Trata-se de uma série original. O primeiro trabalho original de Taku Kishimoto, responsável pelos roteiros de Boku Dake ga Inai Machi, Joker Game e Haikyuu, dentre outros. Vai ser interessante ver como ele vai se sair criando uma série do zero ao lado do seu diretor.

Expectativa: ALTA

Berserk

berserkUm dos mangás mais aclamados pelos fãs de protagonistas brutos, porradeiros e endemoniados com passado traumático enfrentando um vilão megalomaníaco bishounen que antes era seu amigo mas que agora era o seu pior inimigo. Eu já li uma boa quantidade de volumes do mangá de Berserk e só não continuo a ler porque o autor resolveu que vai escrever um capítulo novo a cada lua, se muito. Porém, não há dúvida de que a história de Guts é bastante envolvente. Nós sentimos a dor e a raiva de Guts frente ao seu inimigo, Griffith, que tentou usá-lo como sacrífico para rituais demoníacos envolvendo poderes muito maiores que qualquer humano deveria ter acesso a.

Essa nova adaptação – o mangá ganhou um anime de 25 episódios na década de 90 e três filmes entre 2012 e 2013 – vai mostrar pela primeiras vez os eventos que acontecem depois do arco da Era de Ouro, um flashback que mostra da infância de Guts até ele ser amaldiçoado por Griffith. Como eu adoro o mangá, isso seria simplesmente fascinante, não é? Sim, sem dúvida… se não fosse eu ter visto o CG tosco que resolveram adotar para a produção da série. Sim, vai ser em CG. Eu não sou um completo hater dessa tecnologia para animes, mas a qualidade da que foi implementada em Berserk está deixando a desejar. Assistam por vocês mesmos o trailer e me digam o que acham.

Dá pra ver que eles tentaram dar uma estilizada na animação, dando um tom mais mangá, mas não foi suficiente. Ainda tá estranho e se essa estranheza se destacar mais do que a história (que eu tenho certeza que é muito boa), vai ser complicado de assistir a esse anime.

Expectativa: MÉDIA

Cheer Danshi!!

cheerdanshiOk… vamos lá…

Quando eu soube que iriam fazer um anime sobre um time masculino de líderes de torcida eu fiquei imediatamente curioso. Fala sério. Não é todo dia que vemos um anime sobre isso, não é? Na verdade… nunca vimos! Ok, talvez Lucky Star, mas mesmo assim não era sobre o “esporte” em si. E sim, pra quem não sabe, ser líder de torcida não é só ficar balançando pompom pra lá e pra cá. Envolve bastante dedicação e esforço físico nas acrobacias e números de dança. Porém, pra ser sincero, o que mais chamou a atenção aqui foi que não estamos falando de líderes de torcida mulheres, mas sim homens. A curiosidade de vocês ainda não foi despertada?

Claro que Cheer Danshi pode acabar se focando no fanservice voltado para as mulheres, como Free o fez, mas ainda assim se a ambientação for bacana e os personagens forem interessantes talvez seja interessante de acompanhar. Provavelmente essa série será o guilty pleasure de muita gente por aí.

PS: Há um gordo no time. Já é sucesso.

Expectativa: MÉDIA

Battery

batteryAcho que se eu tivesse que escolher apenas um anime para assistir nessa temporada, eu arriscaria com Battery. Ele é um anime “de esporte” em que o esporte não é o foco, mas sim um garoto que adora baseball e é um excelente lançador. Depois de se mudar para uma cidade mais no interior, ele não consegue achar um recebedor que consiga ficar a par de seus lançamentos. Essa frustração acaba deixando o garoto bastante deprimido e com pensamentos de abandonar o esporte de vez. Até que ele conhece um outro garoto que está determinado a formar um “battery”, termo usado para uma dupla de lançador e recebedor.

O que vem a seguir é provavelmente uma história com bastante foco nos personagens e em sua amizade. Sim, pode ser que essa amizade acabe se desenvolvendo em um romance, mas sendo sincero, estamos em 2016, pessoal. Se a história for boa, não temos por que nos importarmos se o relacionamento é entre um homem e uma mulher ou entre dois homens.

Vale dizer que o anime é baseado em um livro, o que dá uma maior liberdade criativa para a produção em sua adaptação. A grande incógnita fica quanto ao recém-craido estúdio Zero-G pois Battery é o seu primeiro trabalho.

Expectativa: ALTA

Tales of Zestiria the X

zestiriaTenho que confessar que não tava nem pensando em ver Tales of Zestiria the X. Nunca joguei a fundo nenhum jogo da série e nem vi nenhuma das adaptações para anime anteriores, embora saiba do sucesso tanto do jogo quanto dos animes. Adaptação de jogo, pra qualquer mídia, nunca foi algo do qual eu botasse muita fé. Apesar dos video-games estarem cada vez mais cinematográficos, filmes dificilmente conseguem passar a sensação de imersão que um jogo pode proporcionar. Porém, bastou eu ver um nome envolvido com o projeto para me fazer mudar de ideia: o estúdio ufotable.

O ufotable tem se esforçado para se manter sinônimo de qualidade quando se trata de animação. Foram eles os responsáveis pelo visualmente impressionante fate/Zero e pelo recente God Eater, que apesar de uma história um tanto sem graça, era visualmente fantástico. E é exatamente por isso que eu vou dar uma chance a Tales of Zestiria. Pela arte. Porque o trailer me mostrou que o ufotable parece não estar popuando esforços para nos brindar com excelentes visuais.

Não me perguntem sobre a história. Eu realmente não sei e não me interessei em ver. Espero que ela me agrade, mas espero mais ainda que a produção como um todo me agrade e que seja um anime muito gostoso de se ver.

Expectativa: MÉDIA-ALTA

TABOO TATTOO

tabootattooAssim como muitos, eu fiquei com certo preconceito ao ler o nome desse anime. Vai entender… por sorte eu vi o trailer, li a sinopse e minha opinião sobre ele mudou.

Ao que parece, teremos um anime de ação bastante honesto e bem animado. O plot é um tanto escalafobético com essas tatuagens que dão poderes sobrenaturais para quem as tem e como tem uma organização internacional atrás de conseguir todas para si. Me lembra muito animes de ação do início dos anos 2000. Até no quesito visual (claro que com uma atualização de tecnologia).

Se Taboo Tattoo me entregar um anime de ação bem empolgante e com boas cenas de porrada, eu já ficarei feliz. Se se mostrar algo a mais que isso, melhor ainda.

Expecativa: MÉDIA

Amaama to Inazuma

amaamaEu tenho um fraco por bons slice of life e Amaa to Inazuma parece que vai ser um desses. Centrado na vida de um pai solteiro que recentemente perdeu a esposa e está tentando dar o seu melhor para criar a filha, o anime promete entregar momentos catárticos e emocionantes suficientes para amolecer o coração mais gelado. Temos também a participação de uma outra personagem cujos pais estão constantemente fora de casa e que anseia por um ambiente mais “familiar” para passar seus dias. A junção dessas duas “famílias” será bem interessante de se acompanhar.

Infelizmente não tenho muito para falar sobre a série a não ser que ela parece ser aquela típica série de domingo de manhã. Aquela série que vai nos deixar tranquilos e confortáveis com um leve sorriso no rosto ao final de cada episódio.

Expectativa: MÉDIA-ALTA

Days

daysSe você curte um anime de esporte mais “tradicional” em comparação com os outros dois apresentados acima, Days é o anime para você. Ele tem tudo o que um fã de animes de esporte pode querer: um protagonista fraco, sem muito talento a princípio, perseguido por bullies e que vê no esporte uma válvula de escape e uma oportunidade para crescer e de realização pessoal.

Não acho que teremos aqui um grande plot, mas podemos ter sim um anime bem divertido de se assistir. Se você curte Hajime no Ippo, Baby Steps e quetais, dê uma chance a Days e acredito que não vá se decepcionar.

Expectativa: MÉDIA

Outros Animes

Hitari no Shita: THE OUTCAST – Anime baseado em um quadrinho chinês bastante popular envolvendo bastante ação e zumbis. Não sei muito o que esperar, mas fico curioso para ver uma co-produção entre China e Japão. (Expectativa: MÉDIA).

Handa-kun – Eu achei Barakamon um anime muito legal, mas essa nova série prequel não me atraiu da mesma maneira. Trocaram a equipe criativa e o estúdio é diferente. Não sei nem se verei o primeiro episódio. (Expectativa: MÉDIA-BAIXA).

Nejimaki Seirei Senki: Tenkyou no Alderamin – Esse anime tem uma premissa bacana envolvendo nações em guerra e a Madhouse é um estúdio bastante competente, mas não sei se isso por si só vai ser suficiente para eu entrar nessa história. (Expectativa: MÉDIA-BAIXA)

ReLIFE – É fácil se identificar com as frustrações com relação a vida de adulto que o protagonista enfrenta nessa série e a vontade de se voltar aos tempos mais simples da escola. A grande questão é que para ele isso se torna realidade. A proposta nonsense não é tão inovadora, mas a capacidade de identificação com o personagem pode ser algo que nos fará continuar assistindo a esse anime. (Expectativa: MÉDIA)

New Game! – Um anime sobre uma menina recém-saída da escola que consegue emprego na sua produtora de jogos favorita. Não esperem algo no nível de SHIROBAKO, mas talvez tenhamos algo no nível de Sore ga Seyuu o que, pra mim, já tá de bom tamanho. (Expectativa: MÉDIA)

Regalia: The Three Sacred Stars – Tem mechas, então darei uma chance, mas o anime parece genérico demais para eu me importar com ele. (Expectativa: MÉDIA)

Não pretendo assistir nem o primeiro episódio

– Rewrite (sim, eu sei que é uma adaptação de visual novel da Key, mas meh…)
– Masou Gakuen HxH
– Servamp
– Qualitea Code
– Hatsukoi Monster
– Kono Bijustsubu ni wa Mondai ga Aru!
– Fukigen na Mononokean
– Ange Vierge
– Fudanshi Koukou Seikatsu
– B-Project
– Scared Rider Xechs
– Tsukiuta
– Ozmafia
– Mahou Shoujo? Naria Girls

Conto com os comentários de vocês, pessoal!

Sobre Diogo Prado

Tradutor, podcaster, jornalista, amante de cinema, apreciador de jogos eletrônicos e precoce entendedor de animação japonesa.

Você pode me achar no twitter em @didcart.

Enquanto no Brasil estamos curtindo um friozinho gostoso em boa […]