BEDA #03 – Precisamos de uma segunda temporada de Shouwa Rakugo?

Terceiro dia de BEDA e eu cá com meus botões pensando no que escrever até que percebo que não comentei em nenhum lugar ainda sobre o anúncio da segunda temporada de Shouwa Genroku Rakugo Shinjuu. Então, que tal começarmos fazendo a seguinte pergunta: será que precisamos de uma segunda temporada de Shouwa Rakugo?

Shouwa Rakugo foi o meu anime preferido dessa última temporada e será devidamente comentado no Anikenkai Anime Club dessa semana e também em um post mais detalhado que deve ir ao ar muito em breve. Assim sendo, seria natural eu reagir positivamente ao anúncio de uma segunda temporada, não é? SIM, CLARO QUE SIM!

No primeiro episódio do anime, que, inclusive, teve cerca de 40 minutos de duração, nós conhecemos a breve história de Kyoji, um ex-presidiário que, durante seu tempo na prisão, teve a oportunidade de assistir a uma apresentação do grande mestre do rakugo, Yakumo Yuurakutei. Encantado com esse tipo de performance — onde um homem senta-se de joelhos sozinho de frente ao público e munido apenas de seu “casaco” e um leque, conta uma história complexa e envolvendo diversos personagens, normalmente com uma temática cômica — Kyoji decide que seu primeiro ato quando sua sentença acabar será pedir para se tornar aprendiz de Yakumo. E ele o faz. Depois de muita insistência, Yakumo acaba o aceitando como seu discípulo e ele passa a morar em sua casa.shouwa_rakugo_01

Lá, ele conhece Konatsu, filha de um falecido amigo de Yakumo que desde pequena vive sob seus cuidados. Porém, Konatsu não parece feliz, mas sim ressentida com seu atual “pai”, chegando até a acusá-lo de ser o culpado pela morte do verdadeiro pai. Depois de uma série de eventos, Yakumo decide também atender os desejos de Konatsu e decide que irá ensinar Rakugo para ela ao lado de Kyoji. Nesse ponto, Yakumo decide contar para os dois a história de como ele conheceu rakugo. Há bastante tempo, no recente pós-Guerra, antes dele ter o nome que tem. Se chamava Kikuhiko e seu amigo, e futuro pai de Konatsu, Sukeroku.

A primeira temporada inteira foi dedicada a contar essa história do passado de Yakumo e que história foi… mas é aí que eu fico com sentimentos um tanto conflitantes quanto a uma segunda temporada. Embora eu entenda a necessidade, já que o futuro de Kyoji e Konatsu fica no ar, a história de Kikuhiko e Sukeroku é tão fechadinha, tão coesa, tão interessante por si só que ao final dos 13 episódios da temporada eu me senti plenamente satisfeito com o que vi.

Shouwa_Rakugo_02

É raro eu me sentir assim, como se o anime que eu acabei de assistir tenha me entregado tudo que prometeu e tudo que deveria entregar. Não sei se vocês ao assistirem também se sentiram assim, mas se realmente não tivessem anunciado uma segunda temporada eu não sentiria necessidade de uma de tão boa e conclusiva que foi a primeira. Então, embora lá em cima eu tenha respondido que sim, eu reagi positivamente a tal anuncio, eu fico me perguntando se essa segunda temporada é realmente necessária.

Provavelmente daqui a algum tempo, quando a primeira temporada deixar de estar tão fresca na minha memória, eu passe a sentir necessidade de mais, mas, por enquanto, com ou sem primeira temporada, eu estou feliz pra caramba. Por isso, não me entendam mal. Não é como se eu não quisesse uma segunda temporada, mas por eu ter ficado tão feliz, mas tão feliz mesmo com a primeira, o fato de uma segunda existir ou não pra mim não faz diferença.

Mas quero saber de vocês. Como vocês se sentiram com o anúncio dessa segunda temporada? Entendem, nem que um pouco o meu ponto de vista (rs)? Deixem aí nos comentários o que vocês pensam sobre esse assunto e vamos discutir um pouco!

Ah, e se não viram a primeira temporada de Shouwa Rakugo ainda, não percam tempo e vão conferir! Está disponível no Crunchyroll!

PS: Não percam o Anikenkai Anime Club essa semana pois falaremos do final de Shouwa Rakugo 1ª Temporada, e também o futuro post de review final dela também quando sair!

Sobre Diogo Prado

Tradutor, podcaster, jornalista, amante de cinema, apreciador de jogos eletrônicos e precoce entendedor de animação japonesa.

Você pode me achar no twitter em @didcart.

Terceiro dia de BEDA e eu cá com meus botões […]