Free – Primeiras Impressões

free_pi_001

E começou, de fato a Temporada de Verão 2013 nos animes! E que maneira de começar, não? Logo com um dos mais aguardados da temporada e, FREE, o novo anime do Kyoto Animation que botou o mundo fujoshi de pernas pro ar desde seu primeiro comercial. Então que comece o surto pois FREE estreou e entregou aquilo que todos esperavam… um anime bem feito cheio de homens sem camisa e com corpos definidos nadando. Claro que isso já foi o suficiente para causar os mais diversos surtos em seu público alvo e para ele FREE foi certeiro. Mas ok, e para os outros? E para aqueles que querem um anime interessante, com bons personagens e/ou uma boa história? Bem… aí a coisa se complica.

Começando com os personagens. Imagina um grupo de meninos, com corpos de caras BEM mais velhos, com vozes forçadamente infantilizadas graças a seus dubladores, além de extremamente feminilizados, inclusive com nomes femininos. Pegue aquelas séries genéricas de menininhas bonitinhas fazendo coisas bonitinhas e diga que aquelas personagens agora são homens. É isso que eu quero dizer, eles não mudam nada, continua a mesma fórmula, com as mesmas situações, só que agora eles tiram a camisa ao invés de mostrar a calcinha.

Claro que, como eu disse, existe público pra isso e este deve estar feliz da vida, mas para o público geral, parece tudo muito sem sentido de ser, do mesmo modo que eu acredito que aquele monte de anime moe genérico o são.

Mas vá lá, apesar de isso ser estranho, pelo menos para mim, os personagens, em sua maioria, não são irritantes… bem… talvez aquele que se faz de crianção. E o anime é bem feito, como eu disse, mas falta algo…

free_pi_004

Falta um bom motivo para me fazer assistir a isso. Afinal, a história não me pareceu interessante. O personagem de cabelo vermelho era amigo do pessoal, vai pra austrália e volta um filho da p*** se achando melhor que tudo e todos. Porém, o personagem de cabelo azul parece saber de algo que os outros, que estão lá só pra fazer palhaçada, e desafia o desafia o de vermelho para uma corrida na água. E é isso. Não rolou identificação com nenhum dos personagens nem com a situação em que eles estavam. Tudo pareceu superficial demais.

Mas é aquela coisa, se FREE acabar se tornando só um anime fanservice para fujoshis, não vejo problema algum, existem uma infinidade de outros voltados para o público masculino, mas eu queria algo além. Queria um anime que fosse interessante para todos podermos assistir.

Infelizmente, com uma dublagem péssima, personagens rasos e uma história que não motiva, não resta nada além do fanservice e fica pouca esperança de que pode melhorar. De melhor do pior, eu destacaria o personagem de cabelo azul que, pelo menos tem suas particularidades e problemas pessoais. O único que tem alguma profundidade.

Para mim, menos um anime para assistir.

PS: O que diabos foi aquele encerramento? rs.

free_pi_003

Leia também:

Free! – Primeiras Impressões, Comentários e Teorias de uma Fujioshi no Elfen Lied Brasil

Primeiras Impressões de FREE no Gyabbo

Confira o ÍNDICE DE PRIMEIRAS IMPRESSÕES VERÃO 2013

Confira o GUIA ANIKENKAI VERÃO 2013 para sugestões e apostas

Sobre Diogo Prado

Tradutor, professor, host do Anikencast, apaixonado por quadrinhos, apreciador de jogos eletrônicos e precoce entendedor de animação japonesa.

Você pode me achar no twitter em @didcart.

E começou, de fato a Temporada de Verão 2013 nos […]