[OFF TOPIC] Hikounin Sentai Akibaranger – Primeiras Impressões

Para você que está acostumado com os assuntos comumente tratados aqui no Anikenkai, um post falando sobre um Super Sentai pode parecer um tanto estranho. De fato eu nunca comentei nada do gênero até hoje aqui no blog, mesmo tendo visto já algumas séries. Mas então por que eu resolvi fazer um post de primeiras impressões de Akibaranger no meio de tanto anime estreando? Bem… porque ele não é um Super Sentai, mas sim um Hikounin Sentai, um Sentai Não-Oficial! Vocês vão entender já já…

A História

Hikounin Sentai Akibaranger é uma meta-série-sátira. Isso porque ela é uma série de sentai que satiriza o gênero dos sentai. Para começar, os protagonistas são os mais esdrúxulos possíveis. Nobuo Akagi sempre foi fã de super sentais e de otakices em geral. Agora, com 29 anos, ainda sonha em um dia se tornar um. Pois esse dia finalmente chegou e ele é recrutado pela comandante Hiroyo Hakase para se tornar o Akibaranger Vermelho, o lider dos Akibarangers! Seus companheiros de equipe são: Mizuki Aoyagi, Akibaranger Azul, uma artista marcial que secretamente é uma otaku. Sua personalidade casa bem com o arquetipo de Akiyama Mio, de K-ON! (caladona, inteligente, tenta omitir seus gostos pessoais). A outra é Yumeria Moegi, Akibaranger Amarela, uma completa otaku de Akihabara, adora fazer cosplay, fala que nem criança e adora colocar “nyan” no meio das frases. Essa equipe nada convencional usa suas forças do mal… será mesmo? Bem… o quartel-general deles é num Sentai Café… e seus “morfadores” são figures de uma personagem moe…

Comentando…

Para começo de conversa, é válido eu dizer como descobri essa série: Pelo twitter. Exatamente. Um povo começou a falar dela por lá, achei o nome curioso e fui buscar informações. Logo todo mundo começou a comentar o primeiro episódio e eu resolvi dar uma chance. Não me decepcionei. Achei a proposta e o episódio em si muito divertidos.

É engraçado você ver algo assim de impulso porque todo mundo está falando sobre e você quer ver se o objeto em questão é tudo aquilo que eles estão falando. No caso de Akibaranger, foi uma grata surpresa.

Eu ri em muitos momentos e achei as sátiras muito bem boladas. Pra começar o fato de ser uma equipe não-oficial que busca a oficialização através de ficar famosa e conquistar uma série de TV aos domingos de manhã (como todo bom super-sentai). Ainda tem o fato deles serem uma equipe incompleta, com só três membros, sendo mais mulheres que homens… ou a comandante comandar um Café ao invés de algum quartel general super moderno cheio de armas high-tech… o morfador ser uma figure moe… os personagens serem extremamente caricatos… os inimigos serem mais toscos ainda… eles terem ficado esperando sentados o monstro ficar gigante… são tantas coisas que vocês tem que assistir para conferir.

Tecnicamente falando…

Se vocês pensam que por se tratar de uma sátira a parte técnica será digna de um Zorra Total, parem por aí, estão enganados. Akibaranger trás uma boa qualidade de imagem, edição e efeitos especiais. Não deixa nada a desejar a um sentai “normal”. Claro que algumas coisas são toscas de propósito, afinal isso faz parte da comédia, porém, no geral, não há nada para reclamar tecnicamente falando.

Os atores também estão muito bem em seus papeis. Conseguiram me fazer rir bastante. Por sinal, como me dá nervoso a cara e a personalidade da Akibaranger Amarela! Sério, vocês vão ver!

Para fechar…

Se tem uma coisa que eu gostaria de deixar de mensagem para os que forem ver Akibaranger é que não levem NADA dele a sério. Ele é 100% sátira e está lá simplesmente para nos divertir. Se você é fã de sentais, há grandes chances de você rir mais que o “espectador comum”, mas isso não quer dizer que não seja uma série aproveitável por todos. Eu, por exemplo, não sou nenhum expert em sentai e gostei bastante. Se você já viu algum Power Ranger também tá valendo, vai se divertir pra caramba assistindo.

Hikounin Sentai Akibaranger foi uma grata surpresa e eu fico feliz do pessoal do twitter ter começado a falar sobre ela. Acompanharei com vigor!

Sobre Diogo Prado

Tradutor, professor, host do Anikencast, apaixonado por quadrinhos, apreciador de jogos eletrônicos e precoce entendedor de animação japonesa.

Você pode me achar no twitter em @didcart.

Para você que está acostumado com os assuntos comumente tratados […]