Nova Safra de mangas da Shonen Jump!

safra

É a crise? Nova safra da Shonen Jump tem apenas duas estreias.

A renovação das séries da grade da Shonen Jump é um passatempo complementar daqueles que acompanham a revista. Sempre fica no ar as apostas de quais serão os títulos que irão embora e quais os que estrearão. Todos os anos o semanário de quadrinhos mais vendido no mundo costuma trazer entre dez a treze novos títulos. E quais seriam os primeiros a estrear nesse ano?

Depois de duas safras seguidas bem magrinhas (com apenas duas e um estreia respectivamente), muitos leitores esperavam que a primeira nova safra de mangas da Jump de 2016 fosse trazer pelo menos três novas séries, quem sabe até quatro. Mas não foi o que aconteceu. Nós teremos apenas duas novidades para nos contentarmos neste primeiro bimestre.

Mas antes vamos falar das séries canceladas: Buddy Strike, como não foi difícil profetizar, está fora após pouquíssimos lances. A série teve um desempenho tão ruim que só vai ganhar UM volume encadernado! Todos os seus onze capítulos serão compilados numa única edição – indicando que a Shueisha realmente não está disposta a desperdiçar insumos editoriais para o lançamento de dois volumes que vão vender muito mal.

Bye bye, Buddy...

Bye bye, Buddy…

Já tínhamos uma vaga sobrando na grade da revista desde o cancelamento de Best Blue. E, ao contrário do que muitos estavam pensando, Nisekoi ainda não foi encerrado e continua com seu lugar cativo no semanário.

Parece que o motivo da estreia de apenas duas séries é claro: só temos dois espaços vagos. Isto pode significar que o editorial da revista está bastante satisfeito com as séries atuais, de modo que não sentem vontade de cancelar nenhuma delas. Na antepenúltima safra tivemos Mononofu e Samon-Kun wa Summoner, duas séries que conseguiram passar pela primeira prova de fogo e estão começando a se firmar. Os editores parecem estar oferecendo uma proteção maior à Mononofu, apesar de Samon estar vendendo mais.

E, por falar em vendas, a revista está com vários títulos que têm vendas minúsculas e que, em teoria, já deveriam ter sido limados: Hinomaru Zumou, Isobe Isobee Monogatari e Sesuji wo Pin! to sequer vendem 30 mil exemplares na primeira semana por volume e, provavelmente, mal devem ultrapassar a barreira dos 50 mil exemplares como long-sellers. Parece burrice manter séries que vendem tão pouco (para os padrões da Jump) na grade, mas a verdade é que estas três séries possuem muita qualidade e por isto ainda recebem o apoio dos editores.

Sobre as duas novas séries, vamos à elas:

Yuuna-san: ecchi barato que vai rapar fora até o fim do ano. Sim ou claro?

Yuuna-san: ecchi barato que vai rapar fora até o fim do ano. Sim ou claro?

Yuragi-sou no Reina-San, de Miura Tadahiro (autor de Koisome Momiji), teve sua estreia na edição 10. Trata-se de um novo título de romance e slice of life que tem a pretensão de substituir Nisekoi, mas com doses bem maiores de ecchi. O cenário da trama se passa numa casa com uma fonte termal. Um psíquico e um fantasma na forma de uma bela garota estão entre os inquilinos e, é claro, vão viver altas aventuras juntos.

Nos últimos tempos obras centradas em calcinhas e bundas não fizeram nenhum sucesso na revista e eu não tenho razões para acreditar que este título não será forte candidato a rapar fora tão logo chegue as novas levas de cancelamentos.

O segundo título é Kimetsu no Yaiba de Kotouge Koyoharu, um dos vencedores da Golden Future Cup do ano passado que pegou terceiro lugar com o one-shot Rokkotsu-san. Teremos que esperar a edição 11 chegar, embora, pela imagem de preview, podemos apostar que é uma série histórica ou com enredo baseado em alguma tradição japonesa.

Kimetsu no Yaiba: poderá ele vencer a maldição da Golden Future Cup?

Kimetsu no Yaiba: poderá ele vencer a maldição da Golden Future Cup?

Vencedores da Golden Future Cup também não costumam ser dar muito bem em suas primeiras tentativas, então eu desconfio que esta leva não deixará sobreviventes para o segundo semestre de 2016.

E sobre a próxima safra? Nisekoi, em teoria, já está perto do seu final e deve ser encerrado na próxima leva (embora tenha sido o que nós dissemos ano passado…). Sobre outras séries que podem ser canceladas… hmmm, não sei. Eu arriscaria Mononofu e Samon-Kun wa Summoner, um dos dois, mas vai depender do tamanho do fracasso que estas duas novas séries serão. Tecnicamente, séries que acabaram de estrear estão “salvas” até a segunda leva após sua estreia, mas, como puderam ver, Buddy Strike foi limado rapidinho!

Creio que, por enquanto, só nos resta esperar.

Nossa Avaliação
Avaliação dos leitores
[Total: 0 Média: 0]

É a crise? Nova safra da Shonen Jump tem apenas […]