NarutoPocket#33_capa

2 anos de assinatura de Naruto

Olá todos! Depois de um domingo sumido, voltou com mais um post para o Gyabbo!. A explicação pela falta do post da semana anterior já foi dado, mas repito; acabei ficando sem internet desde a sexta-feira passada, por isso, mesmo ela tendo voltado na segunda-feira, preferi deixar esse post para hoje. Assim, o assunto dessa vez será mangas nacionais, especificamente Naruto e sua assinatura, não entrando no mérito da qualidade desse título.

Antes de começar a falar sobre isso vou contar primeiro uma pequena história. A primeira vez que li Naruto, se minha memória colaborar, foi entre 2001 e 2002, no site Toriyama’s World. Li apenas o primeiro capítulo, Naruto pichando por aí, roubando o pergaminho das técnicas lendárias, tudo muito legal, mas acabei não continuando por que na época meu visualizador de imagens era horrível e fazia dessa experiência algo horrível. Algum tempo depois, quando Naruto começava sua escalada ao sucesso, voltei a ler pelo trabalho do Manga no Ie, virou vício total. Mas infelizmente aconteceu um problema e o MnI parou a série e eu parei junto. Um ano depois voltei a ler pelo NarutoFan, mas novamente parei, sem motivos dessa vez. Um bom tempo depois, sem ter me empolgado com o anime, veio a notícia de que a Panini iria lançar o manga aqui no Brasil. Não pensei duas vezes, era compra certa. Então veio a notícia da assinatura do manga! Sabendo que iria querer parar de ler o manga, resolvi assinar Naruto por dois anos, tendo recebido a edição #24 no mês passado.

Existem basicamente três vantagens em assinar Naruto, sendo a primeira seria o preço. Pelo fato de eliminar alguns fatores na cadeia de vendas, principalmente o distribuidor e o jornaleiro, é possível para a Panini trabalhar com preços mais baratos. Não é um desconto gigantesco, mas 2 reais durante 24 edições já dá um dinheiro considerável. Outro ponto seria mais para as pessoas que não moram na chamada Fase 1 de distribuição, Rio de Janeiro e São Paulo, que é o meu caso. Se lembro bem, a diferença da Fase 1 para a Fase 2 é de 4 meses, algo bem considerado. A última e menor vantagem está em receber em casa seu manga, não precisando se deslocar a uma banca, o que sinceramente eu não vejo como uma grande vantagem, gosto de olhar a banca.

Mas e as desvantagens? Não tive problemas com atrasos, a Panini sempre envia um email avisando em que período o manga deve chegar, e normalmente chega mesmo. Só tive problema uma vez, mas ao entrar em contato com a editora uma nova edição me foi enviada, resolvendo o problema sem grandes preocupações. O problema está na forma como o manga é embalado. É colocado uma plástico transparente, como é visto nas bancas, e um plástico preto com os dados para o correio. Por não haver uma proteção de verdade, sabendo que os correios não são tão zelosos, frequentemente o manga acaba amassando. Então, para quem estiver colecionando e se preocupar com o estado do manga, pode não ser uma boa ideia assinar.

 Mas a verdade é que eu resolvi criar esse post por uma coisa que aconteceu quando eu fui renovar minha assinatura. Procurei no site da Panini um lugar específico para isso, mas não encontrei, por isso fui diretamente onde se faz as assinaturas como se você nunca tivesse assinado. Desta forma, eles lhe dão 15% de desconto e mais três edições gratuitas, dando 15 meses de assinatura. Resolvi pagar em duas vezes no boleto bancário, dando R$103,80, que divididos por 15 edições dá R$6,92 por edição.

Precisando tirar uma dúvida, enviei uma mensagem para a Panini e aproveitei para perguntar se eles tinham alguma promoção para quem já era assinante. Me responderam então que eu tinha um desconto de 25%, sem as três edições extras, dando R$89,10 por 12 edições, logo R$7,425. Resumindo, um cliente que tenta se manter fiel à editora, paga mais caro que uma pessoa que irá começar a assinar somente agora. E o pior, a Panini ainda faz parecer que está sendo mais vantajoso para você.

E é isso, tomem cuidado quando forem assinar algo.